Title Image

Blog

É tudo culpa da tireoide?

 

É muito comum que as pessoas achem que alterações na tireoide sejam responsáveis por diversas das suas queixas, como fadiga, ganho de peso, falta de energia etc.

Para esclarecer essas dúvidas, vamos aprender um pouco sobre a tireoide.

A tireoide é uma glândula, que fica na região anterior do pescoço e produz hormônios (chamados T3 e T4) que agem nos diversos órgãos do nosso corpo, sendo responsáveis por diversas funções.

Os hormônios da tireoide agem principalmente nos sistemas cardiovascular, ósseo, muscular e no metabolismo.

As alterações da tireoide podem levar a um aumento dos hormônios (condição que chamamos de hipertireoidismo) ou a uma diminuição dos hormônios (neste caso, hipotireoidismo).

No artigo de hoje, falaremos sobre o hipotireoidismo, que é a patologia mais comum da tireoide, em especial nos idosos.

O que é hipotireoidismo?

  O hipotireoidismo consiste numa alteração da que leva a uma redução na produção dos hormônios da tireoide.

Existem várias doenças que podem causas hipotireoidismo: tireoidite (inflamação da glândula), cirurgias para retirada da tireoide, deficiência de iodo, algumas medicações.

O diagnóstico é feito através da dosagem desses hormônios no sangue. Em alguns casos, outros exames podem ser necessários, como dosagem de anticorpos, ultrassom de tireoide etc.

Aqui é importante chamar a atenção de vocês para um detalhe: com o envelhecimento, é natural que ocorram mudanças nos hormônios da tireoide, e isso não significa doença necessariamente. Dessa forma, os valores de referência desses hormônios são diferentes para os pacientes idosos.

Quais os sintomas do hipotireoidismo?

Vamos agora falar do que mais interessa: o que o hipotireoidismo pode causar!! Como nós vimos, os hormônios da tireoide agem nos diversos órgãos do nosso corpo e, portanto, terão diversas funções no organismo. 

Boa parte dos sintomas do hipotireoidismo são “inespecíficos” e podem ocorrer devido a outras causas que não o hipotireoidismo. Por exemplo: fadiga e ganho de peso são sintomas comuns, que podem ocorrer devido a múltiplos fatores, como sedentarismo, erro alimentar, queda do metabolismo devido ao envelhecimento; e que muitas vezes são atribuídos de forma equívoca ao hipotireoidismo.

Outro ponto importante a ressaltar: nos idosos, principalmente naqueles mais fragilizados e com mais doenças associadas, os sintomas podem ser menos típicos e acabarem passando desapercebidos ou sendo atribuídos a outras doenças. Um idoso com hipotireoidismo pode se apresentar com desânimo, depressão, arritmias, alteração de memória, ou até perda de peso (ao invés de ganho de peso que é mais comum). 

O diagnóstico de hipotireoidismo na população idosa pode ser mais difícil também devido alguns sintomas dessa doença ocorrerem com o envelhecimento normal, mas que podem ser indícios de hipotireoidismo, como depressão, pressão alta, pele seca, fadiga, queda de cabelo, perda de apetite etc.

Então vamos lá citar as consequências mais comuns do hipotireoidismo: 

  1. Queda de cabelo, pele seca, inchaço;
  2. Fadiga, fraqueza, sonolência;
  3. Alterações no metabolismo, causando ganho de peso (importante ressaltar que esse ganho não leva a quadros de obesidade importantes);
  4. Cansaço, intolerância ao frio, alterações de memória, lentidão;
  5. Dores musculares, dormência, câimbras;
  6. No sistema cardiovascular, pode levar à redução da frequência cardíaca e da contração do músculo cardíaco. Como consequência, o paciente pode apresentar redução da capacidade de exercício físico, às vezes com falta de ar;
  7. Pressão alta, elevação do colesterol ruim, anemia;
  8. Constipação intestinal;
  9. Disfunção sexual, com queda da libido e disfunção erétil;
  10. Anormalidades menstruais e reprodutivas.

Como tratar?

O tratamento é feito com a reposição do hormônio, que deve ser ingerido pela manhã em jejum. A dosagem no hormônio no sangue será feita periodicamente para que seja avaliada a necessidade de ajuste de dose da medicação.

Além do hormônio, podem ser realizados outros tratamentos de acordo com a causa do hipotireoidismo. Por exemplo, se o motivo for uma medicação, esta pode ser substituída por outra se possível.

Mensagem prática: Os sintomas do hipotireoidismo (queda na produção dos hormônios da tireoide) são comuns na população saudável (principalmente nos idosos) e também podem ocorrer em outras doenças; isso acaba gerando uma dificuldade na suspeição do diagnóstico. Ganho de peso pode ser um sinal de hipotireoidismo, mas em geral não não está associada a ganhos muito importantes nem leva a quadros de obesidade graves!

Se você tem alguns desses sintomas, procure avaliação médica para investigar o diagnóstico!